Festa do Cinema Francês 2008: lançamento

Começa hoje a 9.ª Festa do Cinema Francês. Numa iniciativa do Instituto Franco-Português, agora alargada a várias cidades do país, a programação que começa hoje tem visionamentos em Lisboa. O Animatógrafo vai estar presente e, de novo, assumir uma cobertura do evento, incluindo o visionamento de mais de 10 filmes. Os destaques desta feita vão para Les Femmes de l'ombre, de Jean Paul Salomé, Valse avec Bachir, de Ari Folman, Le Silence de Lorna, dos irmãos Dardenne, e Entre les murs, de Laurent Cantet. Les Femmes de l'ombre, que marca hoje a sessão de abertura, conta com Sophie Marceau e Julie Depardieu em cenário da segunda guerra mundial, mais concretamente enquanto agentes dos meandros secretos dos aliados contra o domínio nazi. Por sua vez, Valse avec Bachir, que passa amanhã em Lisboa mas depois vai ao Porto e a Faro, é um filme documental de animação centrado na primeira guerra do Líbano, e promete ser a proposta visual mais arrojada desta edição do certame. Le Silence de Lorna traz o nome de Jean-Pierre e Luc Dardenne à cabeça e olha para uma mulher albanesa a braços com esquemas menos lícitos de sobrevivência na Bélgica. Entre les murs, que será talvez o grande filme do festival, em teoria, apenas passa em Faro e é o projecto de Laurent Cantet vencedor em Cannes este ano. O francês baseou-se no livro de François Bégaudeau (que se interpreta a si mesmo) e filma, diz quem viu, os conflitos de uma sociedade multi-cultural através de uma turma de 9.º ano numa escola nada fácil. O filme marca a inauguração do Teatro Municipal de Faro, dia 29, e estreia comercialmente no dia seguinte. Para além destes, o Animatógrafo verá vários outros filmes, escolhidos pela sua temática ou representatividade dentro da categoria onde se inserem. De relembrar que a Festa tem pela primeira vez um prémio do Público, que consiste na distribuição comercial em Portugal do vencedor (e por isso só estão abrangidos filmes ainda não assegurados), uma secção dedicada à Quinzena dos Realizadores em Cannes, e Paris-Lisboa, que recupera filmes filmados ou sobre uma das duas cidades. Aqui, excelente oportunidade para ver em sala Belarmino, a obra-prima de Fernando Lopes, ou Entre'acte, comédia surrealista de 1924 realizada por Rene Clair onde aparecem Man Ray e Marcel Duchamps a jogar xadrez. Uma excelente oportunidade de ver projectos interessantes da cinematografia francesa dos últimos anos.