Artrose

Dias de férias passam e muita coisa surge para postar. Aquele sentimento de "ah, se eu tivesse aqui um portátil" invade-me o cérebro a cada 15 minutos. Mais ainda, o delírio no sentido de "ah, se postar fosse cosa mentale". Depois chega-se à frente do monitor e os dedos ganham uma artrose súbita, qual quadro do orçamento rectificativo com "falha técnica", e não sai nada. Pior, os olhos assumem a consciência que não olharam para um monitor durante dias e veem tudo meio turvo, como se a radiação luminosa emitida pelo LCD fosse o beam do Scotty (sem segundas intenções, atenção) em dia de nevoeiro. Isto das férias é tão saudável que dá-me cabo da saúde.