décimo segundo regresso

era breve. a manhã começava na leitaria da rua de campolide, antes do pão esfarelado aos patos, e os sábados apareciam no gastar tempo usual da infância. haviam sons de mar escondidos nos velhos nas paragens de autocarro. ao calor do início de tarde o sabor a rebuçados para a garganta assomava-se à porta, e o sonho de futuro desvanecia