Eleições em Lisboa: Carmona Rodrigues

... parece o grande vencedor da noite. Fala por último e surge numa apoteose que a inesperada colagem do resultado de Negrão não faria prever. E começam as ferroadas, sugerindo que as eleições não eram sequer necessárias. De forma óbvia, coloca-se a jeito para coligações, pressionando quem ganhou sem maioria absoluta. De forma óbvia, insiste na vitimização que arrastou os milhares de votos efectivos. De forma óbvia, nunca o passado foi mais limpo.