Radiohead

Chama-se In Rainbows e não vai aparecer em nenhuma loja. Os senhores decidiram arriscar e, não estando agora à mercê de qualquer editora, vai de disponibilizar In Rainbows apenas na Internet. Preço? O que se quiser. Ao cabo de dois dias, a banda tinha já visto milhão e meio de downloads, correspondentes a milhão de libras. É a democracia a funcionar em jeito de mercado. O som é apurado, mais acessível mas não mais fácil. A sujidade das guitarras deu lugar a melodias construídas com mais açúcar, mas sem melaço. Tudo é equilibrado. É assim, provavelmente, a melhor banda do mundo.